Portefólio India

O vento segredou-me isto ao ouvido.

Odores do mar, próximo e distante,
trás na bagagem qualquer viajante.
Eu, no fundo do saco misturado com o tempo
guardei gentes, paisagens e deslumbramento.

Cinzento norte, invernos frios
caminhos traçados pelo vento
gente apressada, olhares vazios
que não esqueço, mesmo com o tempo.

E o meu sul, laranja, cor de açafrão
com putos alegres, descalços e nus
despidos de toda inquisição
que eu trago na alma, são a minha luz

Fica com eles...